PT | EN | ES

Confira as respostas da nossa
rede para os desafios do ODS
Ação contra a mudança global do clima

Navegue por informações
qualificadas, boas práticas
e aprendizados sobre o tema.

Para selecionar
outros ODS,
Clique aqui

Sobre o ODS
Ação contra a mudança global do clima

Este ODS está relacionado a esforços e iniciativas que visam tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos.

saiba mais

Leia

Nosso blog com artigos, reportagens e conteúdos exclusivos sobre o tema, produzidos por quem entende do assunto.

Inovação, Meio ambiente

Utilização de Energia Verde pioneira na América Latina chega a órgãos públicos do Rio de Janeiro

Utilização de Energia Verde pioneira na América Latina chega a órgãos públicos do Rio de Janeiro A adoção de eficiência energética em prédios públicos recebe atenção especial de diversos países por dar o exemplo no...
23.10.23 Regina Esteves
Finanças Públicas, Meio ambiente e sustentabilidade

Economia Verde: o que fazer para implementar políticas públicas sustentáveis em seu município

O clima está esquentando em todo o planeta e o papel da gestão pública brasileira pode e deve ser o de criar políticas que aliem desenvolvimento socioeconômico e preservação ambiental, como conservação de habitats naturais, preservação dos seis biomas brasileiros, criação de tributos para
10.08.23 Redação
Inovação, Meio ambiente e sustentabilidade

Comunitas e Universidade de Columbia finalizam formação em Clima e Economia Verde. Confira os formados

O curso formou 38 líderes públicos que atuam em secretarias de Meio Ambiente de todo o Brasil no último domingo, 06 de agosto.
10.08.23 Redação
Meio ambiente e sustentabilidade

Destaques de uma economia verde

O governo utiliza avaliações de projetos ambientais para determinar sua viabilidade e impacto. Essas avaliações envolvem pesquisas extensas e considerações regulatórias para garantir que os projetos sejam sustentáveis e atendam aos requisitos ambientais.
25.07.23 Redação
Meio ambiente e sustentabilidade

Restauração florestal no Pará: oportunidades para a economia verde no Brasil

A pauta do meio ambiente tem sido reiteradamente apontada como central para o governo do Pará. E, dentro desse campo, as concessões para o restauro florestal no estado podem se tornar um ativo importante para a economia verde, com impactos não apenas regionais, mas em todo o Brasil.
06.07.23 Redação
Meio ambiente e sustentabilidade

Potencial verde brasileiro e a decisão da UE em vetar produtos ligados ao desmatamento

Estamos chegando ao final de mais um ano e os desafios do ano vindouro já podem ser identificados com clareza. Entre eles, como fizemos questão de colocar nesta coluna por diversas vezes ao longo de 2022, estão as questões ambientais, que vão ocupando com cada vez mais vigor as discussões de política pública no Brasil.
04.07.23 Regina Esteves
Meio ambiente e sustentabilidade

Fim da COP27 e início de que futuro?

É singular e animador poder vislumbrar a atuação direta na interface das questões econômica e climática, na busca por construir mais um exemplo importante de governança compartilhada, ou seja, proposição de iniciativas frutíferas em parceria entre sociedade civil e poder público, criando soluções inovadoras para problemas chave de nosso país.
04.07.23 Regina Esteves
Desenvolvimento Urbano, Inovação, Meio ambiente e sustentabilidade

Oportunidade de milhões: como a Economia Verde pode transformar o nosso país

Ou seja, em um mundo em que a economia verde é o motor dos avanços e conquistas de bem-estar da população, não existem razões para que o Brasil não assuma a dianteira das iniciativas mundiais. E é por isso que precisamos que essa discussão seja ampla, envolva os setores e gere transformações.
04.07.23 Regina Esteves
Meio ambiente e sustentabilidade

O potencial verde brasileiro

O “potencial verde” do país gera enormes perspectivas para continuarmos atraindo investimentos mundiais em áreas como as energias renováveis, biomassa e biocombustíveis, agricultura sustentável e o hidrogênio verde, que já se demonstram viáveis economicamente.
04.07.23 Regina Esteves
Meio ambiente e sustentabilidade

Agenda ESG: a importância da definição de parâmetros comuns para o avanço contínuo

Desde 2020, temos vivenciado um boom do ESG no Brasil e a aceleração deste movimento transformou o que era até então um investimento de nicho em uma prática muito mais abrangente, posicionando o mercado de capitais como importante ator e catalisador da ação sustentável das empresas.
03.07.23 Regina Esteves
Meio ambiente e sustentabilidade

Financiamento Climático: você sabe o que é?

Resumidamente, o termo “financiamento climático” refere-se aos recursos financeiros direcionados para ações e projetos relacionados ao combate às mudanças climáticas e à mitigação de seus impactos.
27.06.23 Redação
Meio ambiente e sustentabilidade

Descarbonização como ativo de investimento sustentável

Segundo o dicionário de língua portuguesa, o verbo descarbonizar significa a ação de reduzir ou eliminar o carbono de uma fonte de energia. No cenário climático atual, entendemos “descarbonização” como o processo de redução a longo prazo das emissões antropogênicas de CO2 e gases de efeito estufa (GEE) na atmosfera.
22.06.23 Redação
Meio ambiente e sustentabilidade

Oportunidade verde para todos

Produzir sem poluir. Reaproveitar os insumos, reduzir o desperdício. Gerar riquezas sem comprometer o patrimônio e as futuras gerações, deixando, como legado, o respeito ao meio ambiente que nos cerca e do qual dependemos para a nossa própria sobrevivência.
20.12.22 Paulo Alexandre Barbosa
Meio ambiente e sustentabilidade

Destaques COP-27

A população mundial, que completou seus oito bilhões de habitantes neste mesmo mês, foi avisada: existe um só planeta.
29.11.22 Redação
Meio ambiente e sustentabilidade

Economia verde: Um panorama do Brasil e do mundo

Uma das tendências internacionais que vêm apontando no horizonte no ano de 2022 é a transição energética e economia verde, tal qual discutido no Encontro de Líderes de 2022, evento anual realizado pela Comunitas destinado a discutir as principais tendências para o futuro do Brasil.
24.10.22 Redação
Meio ambiente e sustentabilidade

Sustentabilidade e meio ambiente: como enfrentar o desafio do século

Precisamos “zerar” 51 bilhões de toneladas de gases de efeito estufa lançados por ano. A regulação do mercado de carbono no Brasil pode ajudar nessa meta
18.07.22 Regina Esteves
Inovação, Meio ambiente e sustentabilidade

Sustentabilidade e inovação, como será em 2022?

Empresas já perceberam a oportunidade de colaborar para minimizar a crise climática e o conceito de ESG tem se colocado de modo cada vez mais pronunciado
18.07.22 Regina Esteves
Meio ambiente e sustentabilidade

Mudanças climáticas e os desafios que virão após a pandemia de 2021

Este momento em que ocorrerá a COP 26 tem permitido pensar com muita profundidade sobre a “recuperação verde”, ou seja, da realidade da mudança climática
18.07.22 Regina Esteves
Meio ambiente e sustentabilidade

Meio ambiente e governos: o ativo a ser conquistado

Ao celebrarmos o Dia Mundial do Meio Ambiente, em 5 de junho, trago uma reflexão sobre alguns gatilhos relevantes para avançarmos nesta agenda
18.07.22 Regina Esteves
Modernização da Administração

Governança Ambiental, Social e Corporativa: Por que precisamos falar de ESG?

Já são 59% das empresas que preveem que a responsabilidade pela estratégia ESG (Governança Ambiental, Social e Corporativa) passará para níveis hierárquicos mais altos nas companhias, diz estudo que está prestes a ser lançado. É uma ideia que cresceu rápido nas empresas – e deve continuar assim
18.07.22 Regina Esteves
Meio ambiente e sustentabilidade

O tripé da sustentabilidade ambiental

O discurso da sustentabilidade ambiental, ao contrário do que se poderia imaginar, não nasceu pronto. Trata-se de uma obra aberta, que amadurece ao longo dos anos. Quando a Conferência de Estocolmo introduziu o desafio de preservação do meio ambiente na agenda internacional, vivíamos um impasse entre preservacionistas e neutralistas. Foram necessários vinte anos para que se alcançasse a convergência política que culminou no conceito de sustentabilidade consagrado na Rio-92, quando, entre outros documentos, foi assinada a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas.
18.07.22 Paulo Alexandre Barbosa
Inovação, Meio ambiente e sustentabilidade

Economia verde nos municípios brasileiros

No dia 5 de Junho é celebrado o Dia Internacional do Meio Ambiente e da Ecologia. A data, ainda que celebrada desde a década de 1970, tem ganhado mais projeção devido a criação da Agenda 2030 com os objetivos para o desenvolvimento sustentável...
07.06.22 Redação
Meio ambiente e sustentabilidade

Os Destaques da COP26

A Conferência entre as Partes do ano de 2021 trouxe pleitos que apontaram a gravidade dos problemas climáticos que o mundo está enfrentando, pois a atual postura global aponta para um aquecimento de 2.4 graus Celsius em 2030, caso nenhuma mudança seja feita.
22.01.22 Redação

Aprenda

Trilhas de conhecimentos específicos, desenvolvidas por especialistas.
Formações rápidas, gratuitas e de qualidade, com certificação.

ODS 13
Ação contra a
mudança global
do clima

Navegue por informações
qualificadas, boas práticas
e aprendizados sobre o tema.

A atual condição climática é alarmante, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) o sinal vermelho já está aceso para a humanidade. Nos últimos anos, desastres naturais e catástrofes climáticas vêm acontecendo em maior quantidade e frequência, e cenários que antes pareciam apocalípticos, hoje se tornaram uma constante no cenário mundial.

Desafios como longos períodos de intensa seca comprometem o abastecimento de água doce e plantações, colocando em risco a segurança alimentar da população mundial. Questões sanitárias também vêm sendo postas a prova, tendo em vista aos desequilíbrios ecológicos causados pelos desastres naturais. Por último, mas não menos preocupante, o aumento do nível dos oceanos coloca em risco as cidades e os assentamentos humanos, trazendo como consequência o que pode ser chamado de refugiados do clima, aqueles que são obrigados a deixarem suas casas para encontrar segurança em um local que não sofrerá com os efeitos das mudanças climáticas.

De acordo com as informações compartilhadas pela ONU (2023), as emissões de gases de efeito estufa aumentaram em 50% em comparação a 1990 e entre os anos de 1998 e 2017, as mudanças climáticas foram a principal causa responsável pelo óbito de 1,3 milhão de pessoas no globo e deixou 4,4 bilhões de pessoas acidentadas. No mais, as estimativas colocam os líderes e gestores públicos em uma corrida contra o tempo. Segundo o Relatório dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (2022), está previsto um aumento do nível do oceano entre 30-60 cm até 2100 enquanto secas intensas podem deslocar por volta de 700 milhões de pessoas até 2030.

Sobre o ODS 13

Considerando o contexto apresentado acima, a Agenda 2030 dedicou o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 13 para a tomada de medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos, e estabeleceu 5 metas para serem atingidas a níveis globais e nacionais. São elas:

I. Metas Globais

  • Reforçar a resiliência e a capacidade de adaptação a riscos relacionados ao clima e às catástrofes naturais em todos os países;
  • Integrar medidas da mudança do clima nas políticas, estratégias e planejamentos nacionais;
  • Melhorar a educação, aumentar a conscientização e a capacidade humana e institucional sobre mitigação, adaptação, redução de impacto e alerta precoce da mudança do clima;
  • Implementar o compromisso assumido pelos países desenvolvidos partes da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima [UNFCCC] para a meta de mobilizar conjuntamente US$ 100 bilhões por ano a partir de 2020, de todas as fontes, para atender às necessidades dos países em desenvolvimento, no contexto das ações de mitigação significativas e transparência na implementação; e operacionalizar plenamente o Fundo Verde para o Clima por meio de sua capitalização o mais cedo possível;
  • Promover mecanismos para a criação de capacidades para o planejamento relacionado à mudança do clima e à gestão eficaz, nos países menos desenvolvidos, inclusive com foco em mulheres, jovens, comunidades locais e marginalizadas.

II. Metas Brasil

  • Ampliar a resiliência e a capacidade adaptativa a riscos e impactos resultantes da mudança do clima e a desastres naturais;
  • Integrar a Política Nacional sobre Mudança do Clima (PNMC) às políticas, estratégias e planejamentos nacionais;
  • Melhorar a educação, aumentar a conscientização e a capacidade humana e institucional sobre mudança do clima, seus riscos, mitigação, adaptação, impactos, e alerta precoce;
  • Estimular a ampliação da cooperação internacional em suas dimensões tecnológica e educacional objetivando fortalecer capacidades para o planejamento relacionado à mudança do clima e à gestão eficaz, nos países menos desenvolvidos, inclusive com foco em mulheres, jovens, comunidades locais e marginalizadas.

A situação brasileira não está distante da realidade mundial. Segundo a World Wide Fund for Nature (WWF), por conta das mudanças climáticas, no nordeste do Brasil a vegetação que hoje é predominantemente semi-árida se tornará árida e os recursos hídricos ficarão cada vez mais escassos, com uma diminuição de 70% dos lençóis freáticos. Já a Amazônia pode sofrer secas que causarão uma frenagem no processo de regeneração florestal, perda de biodiversidade e, possivelmente, extinção de espécies. No que tange às grandes cidades, riscos de deslizamento de terras, inundações e redução das colheitas e da produção de alimentos afetarão diretamente a vida da população urbana.

Em 2022, o Brasil viveu um colapso climático. Os estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco e Bahia precisaram lidar com os desafios da crise climática, vide as densas chuvas experienciadas em seus municípios. Estas, por sua vez, representaram mais de 25% do total de mortes dos últimos 10 anos, segundo a Confederação Nacional de Municípios (CNM). Em contrapartida, estados do sul do país, como o Rio Grande do Sul, precisaram lidar com altas temperaturas, registrando a maior temperatura no estado nos últimos 60 anos.

Boas Práticas

Para que este cenário seja amenizado e quiçá revertido, é preciso que os governos tomem medidas direcionadas para frear o aquecimento global e as emissões de gases efeito estufa. Tendo em vista esse cenário, alguns municípios brasileiros implementaram políticas públicas que contribuem para o combate às mudanças climáticas.

Um claro exemplo de política desenvolvida por um o município brasileiro, é o Bolsa Verde. Uma iniciativa do Rio de Janeiro que visa incentivar as empresas na compra e venda de créditos de carbono, ou seja, uma espécie de bolsa de valores focada no desenvolvimento verde. Dessa forma, além de incentivar as empresas a reduzirem a emissão de gases poluentes na atmosfera, intensificam o desenvolvimento econômico da cidade. Para saber mais sobre o bolsa verde, clique aqui.

Outra forma de combater as mudanças climáticas através da gestão pública é a criação de programas que auxiliem as prefeituras na tomada de decisões por meio de indicadores. Este é o caso do Programa Ambiental y de Cambio Climático 2019-2024, da Cidade do México (México), que ao identificar os desafios para a revolução verde da cidade, investiu o equivalente a 2 bilhões de dólares em infraestrutura verde na cidade e 4.5 bilhões de dólares em mobilidade urbana. Tal feito pode evitar a emissão de 1.810.488 toneladas de CO2 ao ano, o equivalente a 82% da meta do programa. Para saber melhor sobre o programa, vencedor do prêmio Desafio das Cidades 2021-2022 do World Wide Fund for Nature, clique aqui.


Referências bibliográficas:

Take urgent action to combat climate change and its impacts, FAO, 2023.
Goal 13: Climate Action, UNDP, 2023.
Take urgent action to combat climate change and its impacts, UNDESA, 2023.
Ação contra a mudança global do clima, ONU Brasil, 2023.
Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos, IPEA, 2023.
Os desastres brasileiros e suas relações com as mudanças climáticas, UNICEF, 2022.