PT | EN | ES

Confira as respostas da nossa
rede para os desafios do ODS
Educação de qualidade

Navegue por informações
qualificadas, boas práticas
e aprendizados sobre o tema.

Para selecionar
outros ODS,
Clique aqui

Sobre o ODS
Educação de qualidade

Este ODS está relacionado a esforços e iniciativas que visam assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.

saiba mais

Leia

Nosso blog com artigos, reportagens e conteúdos exclusivos sobre o tema, produzidos por quem entende do assunto.

Diversidade e Inclusão Social, Educação, Segurança Pública

Urbanismo Social com Fernando Chucre

Confira a entrevista que realizamos com o Secretário de Planejamento e Entregas Prioritárias de São Paulo, Fernando Chucre sobre a temática e saiba mais sobre o Programa de Urbanismo Social² que está sendo implementado na cidade de São Paulo.
12.01.24 Redação
Educação, Turismo

Prestação não estatal de serviços públicos: caminhos da Fundação Bienal do Mercosul

Conheça mais sobre a Fundação Bienal do Mercosul e as possibilidades existentes para fomentar a educação e a cultura através de parcerias com organizações sociais.
04.01.24 Adriano Naves de Brito
Educação

A complexidade da educação no pós-covid. O que faremos a respeito?

Vivemos em uma era de transições importantes para as nossas sociedades, que têm relação com mudanças e eventos críticos em áreas tão diversas e importantes quanto clima, tecnologia, emprego e desigualdades socioeconômicas.
04.07.23 Regina Esteves
Educação

Descubra como desenvolver a Educação Pública no seu território

O fechamento das escolas compulsório e o isolamento social impactaram drasticamente no desenvolvimento da aprendizagem das crianças e adolescentes que encontram-se no período de formação escolar em todo o Brasil.
28.04.23 Redação
Educação

5 boas práticas de inclusão social no Brasil e no mundo

Com a assinatura da Declaração Universal dos Direitos Humanos, em 1948, a temática da igualdade social passou a ganhar mais espaço no debate público - e a inclusão tornou-se mais relevante.
13.12.22 Redação
Educação

Giro da Rede Juntos

Nesta nova edição do giro de conhecimento da Rede Juntos é possível conferir como as cidades prosperam no século XXI, a transformação digital que está acontecendo nos municípios brasileiros e as aberturas de inscrições de prêmios de inovação no setor público. Também trouxemos dois cursos voltados para a área da educação do seu território.
16.08.22 Redação
Educação, Saúde

Gestão Pública para Todos: Um olhar sobre a juventude

No dia 12 de agosto é comemorado o Dia Internacional da Juventude. No Brasil, de acordo com o Estatuto da Juventude, formam parte do grupo, aqueles com idade entre 15 e 29 anos, o que representa 23% da população brasileira. Pensar políticas para juventude é, portanto, pensar o presente e futuro da sociedade brasileira.
12.08.22 Redação
Educação

Educação. Para quando?

Apesar de enormes dificuldades e, especialmente, do longo caminho a percorrer, o Brasil tem tido avanços importantes na educação
18.07.22 Regina Esteves
Educação

O que será da nossa Educação?

Num contexto de flexibilização das medidas restritivas, é hora de fazer balanços importantes, inclusive sobre as deficiências no ensino pós-pandemia
18.07.22 Regina Esteves
Educação

Pandemia, Educação e a convergência a um futuro mais digno aos jovens

A pandemia da Covid-19 gerou inúmeras crises. Além disto, deu oportunidade para que problemas estruturais se tornassem mais claros
18.07.22 Regina Esteves
Educação

Como as escolas públicas brasileiras podem se tornar mais eficientes

A educação pública falhou em reagir com eficiência à pandemia. Reformas estruturais serão cruciais para reduzir desigualdades daqui para frente
18.07.22 Regina Esteves
Educação

Por uma educação capaz de nos preparar para a próxima pandemia

Estamos na "era das pandemias" e engana-se quem acredita que a covid-19 é a culpada. Há cada vez mais vírus por aí. Só a educação pode ajudar a superá-los
18.07.22 Regina Esteves
Educação

No Brasil pós-pandemia, por que tudo abre, menos as escolas?

A economia retomou, as praias estão cheias, mas os colégios seguem fechados. Não há convite melhor para refletir sobre o lugar da educação no país
18.07.22 Regina Esteves
Educação

Três lições da crise para a educação pública brasileira

A educação brasileira recebeu grande cobertura da imprensa nos últimos dois anos, em razão das restrições sanitárias adotadas pelos governos durante a pandemia. A rotina de pais, alunos, professores e gestores foi modificada radicalmente, sem diferenciar escolas públicas de particulares. Parece cedo para refletir sobre as lições deixadas pela crise do coronavírus para o aprimoramento da educação pública no Brasil. Mas fica cada vez mais claro que a pandemia acabou por expor alguns de seus desafios persistentes, com destaque para o desenvolvimento de parcerias, a diversificação de regimes de ensino e o aprimoramento da base curricular.
18.07.22 Paulo Alexandre Barbosa
Educação

Contratualização e novas parcerias em Educação com Fernando Schuler

Uma possível solução para corrigir os déficits educacionais do país pode passar pelas contratualizações que, ao contrário do imaginário popular, é diferente de privatização. O serviço continua sendo público, porém com a gestão de parceiros.
28.04.22 Redação
Educação

Confira 4 conteúdos em Educação para se inspirar

No dia 28 de abril é comemorado o Dia da Educação. E você sabia que a data foi instituída após a realização do Fórum Mundial de Educação, que aconteceu na cidade de Dakar, no Senegal, no ano 2000? No encontro, estavam presentes líderes de 164 países, inclusive o Brasil, que definiram em conjunto uma data para um movimento pela educação mundial.
28.04.22 Redação
Educação, Saúde

10 conteúdos para você se aprofundar em gestão pública

Criada para ser um espaço em que a Comunitas disponibiliza todo o conhecimento produzido pela organização, a Plataforma Rede Juntos traz diversos conteúdos, produzidos a partir das experiências dos parceiros e especialistas de espírito público, que atuam em conjunto com a organização.
20.04.22 Redação
Educação

A educação infantil do Jardín Buen Comienzo

O Jardín Buen Comienzo é um programa da Prefeitura de Medellín na Colômbia que tem como finalidade um acompanhamento integral para o desenvolvimento infantil, desde a gestação da criança até os cinco anos de idade. A partir do momento que a mãe gestante busca o programa Buen Comienzo, imediatamente se inicia o acompanhamento médico, nutricional, psicológico e de estimulação adequada para as futuras mães por meio de encontros, visitas de acompanhamento e monitoramento do lar.
10.03.22 Redação
Educação

Nova geração de lideranças públicas com Felipe D’Avila 

Luiz Felipe D’Avila é cientista político e fundador do Centro de Lideranças Públicas (CLP), organização que desenvolve líderes públicos empenhados em promover mudanças na administração pública brasileira por meio da eficácia da gestão e da melhoria da qualidade das políticas públicas.
19.01.22 Redação
Educação

Prefeitos brasileiros abordam curso oferecido pela Comunitas em NY

No último mês de julho, a Comunitas levou diversos prefeitos brasileiros, gestores de cidades de diferentes características, para debater gestão pública na Universidade de Columbia – uma das mais renomadas do mundo.
19.01.22 Redação
Educação

Habilidades sócio emocionais na educação com Ana Luiza Colagrossi

A pedagoga Ana Luiza Colagrossi é bacharel em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), com mestrado em Psicologia Educacional pela Universidade de Nova York (NYU) e pós-graduação em Neuropsicopedagogia pela FACON. Atualmente, é doutoranda em Ciências Médicas pelo Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR).
19.01.22 Redação
Educação

Liderança no Setor Público com Federico Gutiérrez e Bill Eimicke

Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), existe uma lacuna entre a cultura de gestão no serviço público e o que a população espera de suas lideranças.Mas, na prática, quais são as características e competências do líder público do século 21? Quais ações que podem ser desenvolvidas para aproximar o governo do cidadão, sem perder de vista os compromissos éticos e o foco nos resultados – necessários à boa gestão? Quando falamos de perfis de liderança, o que mudou?
19.01.22 Redação
Educação, Saúde

Saúde nas Escolas durante a pandemia com Wanderson Oliveira

Wanderson é um dos especialistas disponibilizados pela Comunitas para governos nas decisões tomadas durante a pandemia – nesse caso, a retomada da educação no Estado de São Paulo. “Fui convidado para auxiliar no debate sobre o retorno seguro das atividades escolares, e como esse é um assunto que eu acredito e acho que precisa ser debatido francamente, ser colocado em pauta, até pelo bem da própria educação, eu aceitei”, explica o especialista.
23.09.21 Redação

Inspire-se

Uma série de boas práticas relacionadas a esse tema.
Iniciativas testadas, com resultados que provam seu grande potencial de replicabilidade.

Assista

Videoaulas, entrevistas e webinários. Os maiores especialistas do país falando sobre o tema e trazendo inspiração para transformar a realidade do seu território.

ODS 4
Educação
de qualidade

Navegue por informações
qualificadas, boas práticas
e aprendizados sobre o tema.

A pandemia comprometeu os avanços sociais da Agenda 2030 e, com a educação, não poderia ter sido diferente. Como assegurar a recuperação das aprendizagens de milhões de estudantes mundo afora, garantindo acesso ao conhecimento de forma inclusiva e equitativa?

“Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda”, já dizia Paulo Freire. Uma educação de qualidade é um instrumento importante de emancipação das pessoas, promovendo desenvolvimento socioeconômico àqueles que buscam aprender cada vez mais. Não é para menos que o acesso à instrução consta na Declaração Universal dos Direitos Humanos, com vistas ao pleno desenvolvimento da personalidade humana e do fortalecimento do respeito pelos direitos humanos e pelas liberdades fundamentais.

Por esse motivo, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu que um dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável é que todos os países possam “assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos”.

Para atingir esse objetivo, a ONU estabeleceu algumas metas para serem cumpridas até 2030, conforme listado abaixo:

  • Garantir que todas as meninas e meninos completem o ensino primário e secundário livre, equitativo e de qualidade, que conduza a resultados de aprendizagem relevantes e eficazes;
  • Garantir que todas as meninas e meninos tenham acesso a um desenvolvimento de qualidade na primeira infância, cuidados e educação pré-escolar, de modo que eles estejam prontos para o ensino primário;
  • Assegurar a igualdade de acesso para todos os homens e mulheres à educação técnica, profissional e superior de qualidade, a preços acessíveis, incluindo universidade;
  • Aumentar substancialmente o número de jovens e adultos que tenham habilidades relevantes, inclusive competências técnicas e profissionais, para emprego, trabalho decente e empreendedorismo.

Essas são algumas das metas, mas você pode aprender mais sobre todas as iniciativas para assegurar o cumprimento do ODS 4 no site da ONU.

O Relatório 2020 dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável já apontou que, em 2019, o mundo progredia, mesmo que de forma irregular e insuficiente, para alcançar os Objetivos. Entretanto, a pandemia comprometeu os avanços no campo social. E com a educação, não poderia ser diferente.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) divulgou que a pandemia causou perdas bastante extensas na educação para crianças de todo o mundo. O fechamento de escolas impactou mais 635 milhões de estudantes, sobretudo os de baixa renda. Além disso, crianças perderam habilidades básicas de aritmética e alfabetização e o fechamento das escolas afetou a saúde mental das crianças, reduzindo seu acesso a uma fonte regular de nutrição e aumentando o risco de abuso.

Ainda de acordo com o estudo divulgado pela organização, cerca de três em quatro crianças do 2º ano, de diversos estados brasileiros, estão fora dos padrões de leitura. O número está acima da média de uma em cada duas crianças antes da pandemia. Em todo o Brasil, um em cada dez estudantes de 10 a 15 anos relatou que não planejava voltar às aulas assim que sua escola reabrisse.

No Brasil, o acesso à educação é um direito garantido pela Constituição. No entanto, de acordo com o último Censo Escolar, realizado em 2022, mais de um milhão de crianças e adolescentes, de 4 a 17 anos, não estão frequentando a escola. Por outro lado, o estudo também indicou uma retomada em números de matrícula em instituições de ensino das redes pública e privada, em todos os níveis, atingindo os patamares anteriores à pandemia. Ao todo, foram registrados 47,4 milhões de estudantes, considerando toda a educação básica, em suas 178,3 mil escolas.

O mesmo estudo aponta que o Ceará é o Estado com maior percentual de matrículas em tempo integral no ensino fundamental (41%), enquanto o Amapá figura em último lugar, com 2,1%, o que indica uma forte correlação entre o acesso à educação e manutenção do ciclo de pobreza. Já no ensino médio, Pernambuco lidera o índice de alunos que frequentam a escola em tempo integral (62,5%) e o Paraná amarga a pior posição, com 4,4%, 24º lugar.

A FIA Business School aponta que a pandemia também escancarou as desigualdades sociais. Os filhos de famílias pobres perderam muito mais do que crianças de famílias abastadas, visto que os pais de baixa renda possuem menos recursos, tanto financeiros como em termos de preparo para oferecer suporte.

Além disso, a pandemia evidenciou o despreparo da rede pública de ensino com relação à rede privada. Os professores e as escolas esbarraram em um outro problema, mas de ordem conjuntural: a falta de acesso à internet que atinge 30% das residências no Brasil, segundo a pesquisa TIC Domicílios, do IBGE. Ou seja, uma em cada cinco pessoas no Brasil vive sem nenhum tipo de acesso à internet.

Boas Práticas

Replica Teresina – Caruaru (PE)

melhoria da qualidade da educação pública brasileira, medida através dos resultados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) e do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), tem sido um dos principais desafios de política pública do país.

O município de Teresina, por sua vez, tem se destacado em todas as avaliações nacionais desde a criação do IDEB, sendo que, em 2017, alcançou a melhor nota entre as capitais do país nas duas etapas do ensino fundamental. Com o objetivo de replicar este aprendizado institucional em outros territórios, e buscando alternativas de política educacional municipal através de metodologias de cocriação, as quais serviriam de base para aprimorar o aprendizado das crianças da rede pública de Caruaru.

Inspirada nas boas práticas de educação de Teresina, em Caruaru, a Secretaria de Educação criou o Trilhas do Sucesso, iniciativa que teve o objetivo de promover ações de impacto de curto prazo que para estimular a revisão de processos e a implementação de uma sistemática de melhoria da qualidade do ensino com ações de tutoria contínuas e aplicação de simulados para melhores desempenho de aprendizagem no Saeb.

Trilhas do Sucesso foi dividido em três etapas: início, com ações como o estabelecimento de metas quinzenais de avanço das escolas; desenvolvimento, que tem dentre as ações a identificação de alunos prioritários e reuniões com as famílias, estudantes e educadores; e a última fase de organização do tempo, que teve entre as ações o planejamento de horários de trabalho para as ações dos Programas Federais e dos tutores de Língua Portuguesa e Matemática. O projeto visa promover ações contínuas, como mobilizar educadores para atuação proativa, exercitar a transparência da gestão, estimular a interação na secretaria e promover desafios coletivos.

Jardín Buen Comienzo – Medellín (Colômbia)

O Jardín Buen Comienzo é um programa da Prefeitura de Medellín que tem como finalidade um acompanhamento integral para o desenvolvimento infantil, desde a gestação da criança até os cinco anos de idade. A partir do momento em que a mãe gestante busca o programa Buen Comienzo, imediatamente se inicia o acompanhamento médico, nutricional, psicológico e de estimulação adequada para as futuras mães por meio de encontros, visitas de acompanhamento e monitoramento do lar.

Após o nascimento, a família entra na fase de assistência às mães lactantes, onde não só a mãe como também o recém nascido, passam a receber as atenções dos profissionais de nutrição e estimulação pedagógica juntamente à família durante os primeiros seis meses de vida do bebê, para que haja um desenvolvimento adequado não somente para o pequeno como também a família que está ao seu redor.

No 6º mês, inicia-se uma nova fase do programa, em que o acompanhamento passa a ser direcionado para o reconhecimento da família como o primeiro educador da criança até os dois anos de idade. Nesta etapa, há a continuidade de visitas periódicas com os profissionais da saúde, mais especificamente pediatras e nutricionistas, e também visitas em casa para os profissionais do programa avaliarem como está se formando o vínculo afetivo com a família.

Quando a criança completa dois anos de idade, ela está apta para ingressar no centro de educação infantil ou jardim de infância, onde permanece pelos próximos três anos recebendo acompanhamento pedagógico, nutricional, recreativos e outros estímulos necessários, de acordo com a faixa etária, que a criança precisa receber durante o período de quarenta horas semanais. Simultaneamente, a família continua recebendo o acompanhamento infantil como feito nas primeiras etapas do programa.


Referências Bibliográficas:

Organização das Nações Unidas | Instituto Aurora | Tribunal de Contas – SP | Fia Business School | Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) | Correio Braziliense | IBGE | G1 | Plataforma Rede Juntos