PT | EN | ES

Confira a lista de prefeitos selecionados para participar das mentorias da Jornada Desafios dos Futuros Prefeitos

Publicado em: 09.02.22 Escrito por: Redação Tempo de leitura: 4 min Temas: Modernização da Administração
Voltar ao topo

Confira a lista de prefeitos selecionados para participar das mentorias da Jornada Desafios dos Futuros Prefeitos

10/12/2020

 

A Comunitas, organização que fomenta e fortalece um pacto coletivo entre setores para o desenvolvimento sustentável do País, está desenvolvendo a Jornada Desafios dos Futuros Prefeitos, iniciativa que busca apoiar os próximos chefes dos executivos municipais na transição de governo – que, por conta da pandemia, será com o menor tempo da história, na construção da agenda prioritária dos 100 primeiros dias de mandato, e na elaboração do plano de metas.Para isso, a organização disponibilizará, de forma gratuita, o apoio de técnicos e especialistas de alto nível, além da transferência de conteúdo por meio de trilhas de conhecimento aberto, conferências virtuais, mentorias individuais e coletivas, e do oferecimento de ferramentas de gestão.Para participar das mentorias, foram selecionados quase 50 prefeitos(as) eleitos(as) em 2020 que demonstraram espírito público de transformação. Ao aceitar participar da iniciativa, o prefeito ou prefeita precisou assumir o compromisso, por meio da assinatura de uma carta, de engajar-se em todas as etapas do projeto.A participação na jornada teórica é aberta para todos os interessados no tema, com os conteúdos diretamente na Rede Juntos, plataforma de conhecimento sobre gestão pública da Comunitas. Todavia, as mentorias individuais e coletivas serão restritas aos selecionados.“A Comunitas não trabalha com a busca ativa por municípios, mas, ao longo de sua trajetória, recebeu solicitação de apoio de diversos líderes que não integram à sua rede. Agora, principalmente em decorrência da pandemia, a organização optou por selecionar prefeitos e prefeitas eleitas com potencial de desenvolvimento local. Dos quase 100 inscritos, a organização selecionou metade para acompanhar o processo de transição de governo”, disse a diretora-presidente da Comunitas, Regina Esteves. “Os gestores foram selecionados de forma apartidária e prezando por diversidade territorial, além de, claro, forte espírito público”, explica.A participação na jornada tornou-se critério principal para que o município possa fazer parte da rede da Comunitas, tendo a possibilidade de ser acompanhado pelos próximos 4 anos de mandato, com apoio direto da governança compartilhada promovida pela organização – coalizão formada por prefeitos, governadores e lideranças privadas.Confira abaixo a lista dos municípios selecionados para participar da Jornada Desafios dos Futuros Prefeitos

  • Adriano Silva, Joinville (SC)
  • Alisson de Assis Carvalho, Campo Belo (MG)
  • André Giovanni Pessutto, Fernandópolis (SP)
  • Axel Grael, Niterói (RJ)
  • Bruno Cunha Lima, Campina Grande (PB)
  • Cleinils Rodrigues da Silva, Gravatal (SC)
  • Dário Saad, Campinas (SP)
  • Diego Krentz, Ibiraçu (ES)
  • Dinair Veloso, Timon (MA)
  • Dr. Daniel, Ananindeua (PA)
  • Edilson Tavares, Toritama (PE)
  • Edvaldo Nogueira, Aracaju (SE)
  • Elcio Batista, vice-prefeito de Fortaleza (CE)
  • Eli Doniseti Cardoso, Iacanga (SP)
  • Eliene Liberato, Cáceres (MT)
  • Elisa Araújo, Uberaba (MG)
  • Elizabeth Schmidt, Ponta Grossa (PR)
  • Erica Soler, Potim (SP)
  • Eudes Araújo, Novo Planalto (GO)
  • Fabio Branco, Rio Grande (RS)
  • Fabricio Roncolli, Cândido Rodrigues (SP)
  • Falcão, Patos de Minas (MG)
  • Fernanda Oliveira De Jesus Braga, vice-prefeita de Bonfinópolis (MG)
  • Fernando Breno, Coromandel (MG)
  • Francineti Carvalho, Abaetetuba (PA)
  • Gustavo Perissinotto, Rio Claro (SP)
  • João Carlos dos Santos, Garça (SP)
  • João Martins Neto, Mateiros (TO)
  • Junior Brindarolli, Morretes (PR)
  • Kayo Amado, São Vicente (SP)
  • Laercio Santana, Ibotirama (BA)
  • Laurino Peters, São Bonifácio (SC)
  • Lucas Aparecido da Assumção, Palmares Paulista (SP)
  • Luciano Vidal, Paraty (RJ)
  • Lucielle, Bezerros (PE)
  • Luis Henrique dos Santos Moreira, Jales (SP)
  • Luiz Paulo, Curvelo (MG)
  • Maria Claudenice Pereira de Melo Cristovão, Tabira (PE)
  • Maria da Graça Medeiros Matos, Nova Ipixuna (PA)
  • Miguel Coelho, Petrolina (PE)
  • Mireli Cristina Leite Ruviéri Martins, Orindiúva (SP)
  • Nelita Michel, Iracemópolis (SP)
  • Padre William, Alcântara (MA)
  • Paula Cristina Ioris de Oliveira, Vice-prefeita de Caxias do Sul (RS)
  • Paula Lemos, Barretos (SP)
  • Pedro Alexandre Medeiro de Souza, São Bento do Una (PE)
  • Pétala do Convivier, Caçapava (SP)
  • Ramon Dias Gidalte, Casimiro de Abreu (RJ)
  • Renata Sene, Francisco Morato (SP)
  • Rogério Santos, Santos (SP)
  • Rômulo Luís de Lima Ripa, Porto Ferreira (SP)
  • Ulisses Maia, Maringá (PR)
  • Wagner Rodrigues, Araguaína (TO)
  • Zé Ricardo, Igarapava (SP)
O que você
achou desse
conteúdo?

Média: 0 / 5. Votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar!

Compartilhe
este conteúdo:

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas

Governança Compartilhada, Modernização da Administração

Governança Corporativa e Gestão Pública IX: Auditoria interna, Responsabilidade e Integridade

A avaliação do quanto a gestão contempla integridade, coerência dos objetivos, estratégias e riscos, transparência, equidade e accountability depende, numa primeira instância, do aprimoramento das regras e normas que orientam o trabalho das auditorias internas, para que esta possa avaliar se tudo está em conformidade com as leis: leis, muito mais que limites, podem ser vistas como orientação sobre como as coisas podem dar certo ou não.
21.06.24 Marcos Antonio Rehder Batista
Governança Compartilhada, Modernização da Administração, Planejamento Estratégico, Transparência e Combate à Corrupção

Governança Corporativa e Gestão Pública VIII: Accountability

A conquista da confiança da população por parte dos agentes públicos, no longo prazo, vai muito além da propaganda e de números; está muito ligada ao sentido que este dá a suas ações, às justificativas, à responsabilização sobre bons e maus resultados, inclusive em relação ao cumprimento de compromissos que assume com os demais agentes da esfera pública, que processo que chamamos em Governança de Accountability.
14.06.24 Marcos Antonio Rehder Batista
Atendimento ao Cidadão, Gestão de Pessoas, Governança Compartilhada, Modernização da Administração

Governança Corporativa e Gestão Pública VII: Equidade e sociedade civil organizada

Existem mecanismos fundamentais na gestão pública que viabilizam a Equidade na participação da sociedade civil organizada, como parcerias com terceiro setor e fortalecimento dos conselhos municipais. Governança é exatamente esta capacidade da Gestão de trazer os mais diversos atores para definição da agenda, elaboração e implementação de soluções
10.05.24 Marcos Antonio Rehder Batista

Lideranças com espírito público

Somos servidores, prefeitos, especialistas, acadêmicos. Somos pessoas comprometidas com o desenvolvimento dos governos brasileiros, dispostas a compartilhar conhecimento com alto potencial de transformação.